Desesperada esposa de paciente com aneurisma pede socorro no HCAL

0
1186
A mais de um mês internado no Hospital de Clinicas Alberto Lima (Hcal), um paciente com aneurisma entrou seis vezes na sala de cirurgias e ainda não conseguiu passar pelo procedimento cirúrgico devido a falta de leito e de material no referido hospital.

Desesperada e cansada de esperar por uma solução a esposa do referido paciente recorreu as redes sociais pedindo socorro ao Ministério Público e postando um vídeo do esposo saindo pela sexta vez da sala de cirurgias. Ela afirma que a mais de um mês o marido está internado diagnosticado com “um aneurisma gigante” e até o presente momento não foi operado, correndo risco de vida e, assim como ele, encontram-se muitos outros no HCAL, sem que a direção do hospital toma providências, deixando a situação em descaso total.

O drama do casal vem repercutindo nas redes sociais porém nem o Estado e nem o Ministério Público se manifestaram ainda sobre o assunto

Jaqueline Souza publicou ainda um pequeno texto onde relata a situação do esposo. (Leia texto abaixo)

Texto no Facebook
“Esse vídeo mostra um pouco da realidade que meu esposo e eu estamos passando com o descaso da saúde publica do nosso Estado. A mais de um mês meu marido está internado diagnosticado com um aneurisma gigante e até o presente momento não foi operado e correndo risco de vida, assim como ele encontram-se muitos aqui no HCAL, a direção do hospital não toma providências deixando a situação em um descaso total, a equipe médica sendo negligente sabendo da urgência da cirurgia, já presenciamos pessoas morrendo aqui sem assistência medica. Então por meio desse vídeo venho pedir SOCORRO, precisamos de ajuda e intervenção do Ministério Público, não quero que meu esposo e os outros pacientes sejam mais uma estática da falta de gestão desse desgoverno.
Por favor compartilhem, uma equipe de reportagem se faz necessário para fazer uma matéria sobre essa situação, não podemos continuar a viver dessa forma com esse descaso absoluto com a saúde do nosso Estado.”

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here