Líder da bancada do Amapá recebeu R$ 335 mil em doações de empresas envolvidas na Lavajato

0
12359
Agencia Senado

O senador Davi Alcolumbre declarou na sua prestação de contas da eleição de 2014 que recebeu R$ 335.520,25 de empresas investigadas na Lavajato. As 3 empresas que fizeram doação foram a Odebrecht, com o valor de R$ 100.049,80, a PRAIAMAR com o valor de R$ 97.465,00 e a JBS com a quantia de 138.005,45. Veja as citações das empresas na operação:

Odebrecht:
A empreiteira é apontada como a maior financiadora das campanhas políticas no Brasil e em troca, tinha facilidades dentro do congresso para seus projetos.

Praiamar
Praiamar é ligada ao grupo Petrópolis, que fabrica as cervejas Itaipava e Cristal. Em matéria do Estadão, empreiteira Odebrecht usava o grupo Petrópolis como laranja para realizar doações a politicos.

JBS
O novo escândalo que abalou o país nesta quarta feira(17) foi a divulgação da delação premiada dos donos da JBS. Em matéria do Jornal O Globo, Joesley Batista revelou que sua empresa comprou o apoio de partidos políticos para apoiar Aécio a presidente em 2014.

Extratos retirados do portal do TSE

Doações Praiamar
Doações Odebrecht
Doções Odebrecht

Davi Alcolumbre e a vice-liderança no Senado

Em 14 de junho de 2016, o senador Davi Alcolumbre anunciou em seu twitter que foi convidado pelo presidente Michel Temer para ser o vice-líder do governo no senado. O Senador também é líder da bancada do Amapá.

Vice Liderança

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here