Empresário responde a mais de 1.500 ações de execução na justiça

0
12253

AMAPA.NET – Dono de contratos milionários com o Estado por vários anos e conhecido pela agressividade contra desafetos e adversários, o empresário Luciano Marba, responde a mais de 1.500 ações de execuções na justiça do trabalho. Diversos bens do empresário, incluindo um motel e a sede do Santos Futebol Clube, estão penhorados para o pagamento de dívidas que, somente na justiça do Trabalho, estariam estimadas em mais de R$ 21 milhões.

Luciano Marba é dono da empresa de vigilância LMS, cartola do Santos Futebol Clube e proprietário de diversos imóveis no Amapá. Além das ações de execução na justiça do trabalho, o empresário responde também a ações na justiça criminal. Em 2013 ele foi preso suspeito de envolvimento na morte de Edival Fernando Coelho de Queiroz, de 40 anos, sócio da empresa LMS. Em 2014, após novo pedido de prisão, permaneceu foragido da justiça por mais de um mês.

Recentemente, pressionado por dividas relacionadas ao Santos Futebol Clube, Marba praticamente admitiu nas redes sociais a falência da empresa LMS e também que enfrenta dificuldades financeiras. As ações de execução tiveram inicio em 2012.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here