Assembleia rejeita quarto pedido do STJ para abertura de processo contra Waldez

0
1890

Em sua sétima sessão extraordinária a Comissão de Constituição, Justiça, Redação e Cidadania (CJR), da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) aprovou, por unanimidade, parecer de sua presidente, deputada Edna Auzier, rejeitando o pedido do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para processar e julgar o governador Waldez Góes, réu na Ação Penal nº 823/DF.

Além da presidente da Comissão, deputada Edna Auzier (PSD), participaram da sessão os membros, deputado Max da AABB (SD) e deputada Janete Tavares (PSC).

É o quarto pedido do STJ negado pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia. O primeiro pedido foi feito em maio de 2015 na ação penal que apura suposto desvio de R$ 68 milhões no segundo mandato de Waldez como governador, entre 2009 e 2010. O segundo e o terceiro pedidos para processar Waldez foram feitos, em agosto do ano de 2016.

Quase todos os pedidos estão relacionados a Operação Mãos Limpas, realizada em 2010 no Amapá pela Polícia federal é que resultou na prisão de waldez Góes, do então governador Pedro Paulo, servidores públicos, empresários e do então presidente do Tribunal de Contas, Júlio Miranda.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here